Listando Tag

Desapego

Decoração Organização

Organizando os livros que tenho em casa

23 de outubro de 2018
ORG.-LIVROS1

Amo ler! Livros sempre são bem vindos e são recebidos como ótimos presentes também. Esta paixão me fez estabelecer alguns critérios para que eu não me perdesse em meio a tantos títulos. Se você e demais membros da família possuem muitos exemplares e pretendem ainda aumentar suas coleções, vamos ver juntos algumas dicas para colocá-los em ordem!
Continue Lendo

Agenda Família Finanças Gestão do Tempo Organização Trabalho

Organizando a papelada que tenho em casa

21 de janeiro de 2018
mulher-organizando-documentos-68201

Tem coisa pior do que não encontrar um papel importante? Já parou para pensar no tempo perdido procurando documentos, contas e outros coisas perdidas em meio a papelada da sua casa?

Se formos acumulando  e deixando a organização dos papéis sempre para depois, facilmente perderemos o controle e uma pequena pastinha se transformará numa grande montanha de problemas. Antes de começar, vamos refletir juntos?
Continue Lendo

Decoração Família Limpeza Organização

Como preparar o quarto para a primavera

10 de outubro de 2016
primavera_1

Primavera é sinônimo de faxina e organização gerais, deixando a luz natural entrar em todos os cômodos da sua casa. Em alguns lares, a nova estação desperta a personalidade mais criativa que há em cada um de nós.

Que tal aproveitar a onda e dar uma nova cara ao seu quarto? Confira abaixo algumas dicas de como maximizar o espaço do seu cantinho preferido e ainda como melhorar a apresentação (e organização) desse cômodo, instalando um clima bem refrescante. Inspire-se e abra a janela do seu quarto para a primavera! Continue Lendo

Decoração Família Gestão do Tempo Organização

Como organizar minha mudança de casa?

17 de setembro de 2014
casa nova

Mudanças! Ah, as mudanças! Elas podem ser motivo de muita alegria ou de muita dor de cabeça. Se você não pode contratar uma empresa de mudança que faça tudo por você, vou te ajudar para que tudo chegue inteiro e fique no lugar certo na casa nova! 

Já fiz tanta mudança nessa vida, que se existisse uma graduação para isso eu já teria um doutorado! rs As dicas que darei a seguir são de acordo com as vááárias experiências que tive, ao contrário de muitas pessoas que odeiam, eu me apaixonei por esse processo!

Para iniciar o processo de mudança, não devemos simplesmente providenciar caixas e ir colocando tudo dentro delas sem critério. Se você fizer bem feito a seleção do que que irá ser embalado ANTES de ir para a nova casa, evitará alguns problemas de falta de espaço e organização. Vamos agora para o passo a passo:

 

1) Planeje tudo com antecedência

Muitos detalhes são necessário serem visto com carinho antes de tudo começar: quem irá fazer o transporte, contrato de aluguel, autorização para entrar com a mudança no condomínio, consertos necessários na nova casa, mudança de endereço para as correspondências, cancelamento de tv à cabo, limpeza da nova casa, etc. Faça uma lista de tudo que precisa ser feito para não correr o risco de esquecer de nada. Se organize no mínimo 20 dias antes para que os fornecedores tenham tempo de te atenderem no que for preciso antes do grande dia (rs). Ah, não se esqueça de comunicar seus contatos pessoais e profissionais sobre o seu novo endereço.

2) Conheça cada milímetro da casa nova

Com o auxílio de uma trena, meça todos os cômodos do novo lar. Imagina você comprar um imóvel e aquele sofá lindo que você comprou não caber na sala ou nem passar pela porta? Pois é… Para evitar surpresas desagradáveis, tire as medidas dos cômodos e calcule se os móveis que você tem em casa poderão ser todos acomodados. Caso isso não seja possível, quando for comprar um móvel novo, leve essas medidas com você e peça para o vendedor da loja de móveis medir o móvel que você gostou antes de concluir a compra (sim, eles tem trena e medem quando pedimos! Já solicitei isso várias vezes! rs).

 3) Desapega geral!

Antes de começar a embalar, passe um “pente fino” por toda a casa, cômodo por cômodo e avalie o que pode ser descartado (lixo) ou doado. Tenha este critério e seja sincero com você mesmo! Não leve nada que você não usa ou nem lembrava mais que existia (na mudança a gente descobre cada coisa… rs). Se você encontrar coisas que não usa, coisas estragadas, roupas que não servem mais, objetos estranhos espalhados pela casa, brinquedos que seus filhos nem brincam mais… não leve para a casa nova! Se você não precisava antes, não vai precisar agora. Permita-se um novo começo, em um lar mais funcional e organizado. Caso tenha dificuldades em fazer este desapego, clique aqui e aprenda na prática como fazer a “Sessão do Desapego”.

4) Monte uma malinha de “Primeiros Socorros”

Já pensou você estar instalada na nova casa e não conseguir encontrar um sabonete, uma roupa, ou um prato para colocar a comida? Para que isso não aconteça, separe uma malinha com objetos de primeira necessidade que você e os demais membros da família farão uso nos 3 primeiros dias: roupas, produtos de higiene, pratos/copos/talheres, material escolar, carregadores de celular, notebook, etc. Descreva em um papel o que você vai precisar para “sobreviver” até que tudo esteja desembalado.

5) Faça um inventário de tudo o que você tem

Essa dica é para você, principalmente, que irá mudar de cidade. Relacione em uma lista, tudo o que será transportado, discriminando as respectivas quantidades. Isso te ajudará caso algo seja perdido, extraviado ou roubado.

 6) Utilize embalagens resistentes

Caixas de papelão: não abuse do peso, elas “desmancham” quando são levantadas se estiverem muito pesadas. Opte por caixas de tamanho médio, no máximo. Caixas grandes use para levar edredons por exemplo, pois são bem leves.

Sacos de lixo preto bem resistentes: em lojas de embalagens você poderá encontrá-los. Eles não rasgam com facilidade e aguentam bastante peso. Use-os para colocar roupas, roupas de cama, toalhas, etc.

7) Embale os objetos de cada cômodo separadamente

Para que as panelas não se misturem com roupas e assim por diante (rs), vá embalando tudo de cada ambiente separadamente. Não aproveite um “espacinho” no meio das roupas para enfiar uma jarra ou um abajur. Depois fica muito mais difícil para encontrar esses objetos escondidos e o risco de danificarem é maior.

 8) Identifique todas as caixas / sacolas

Compre uma canetinha de ponta grossa e vá escrevendo na caixa o seu respectivo conteúdo. Caso você não queira que outras pessoas saibam o que tem dentro delas, tem uma dica ótima: identifique cada cômodo por uma cor. Por exemplo: cozinha – bolinha verde na caixa, quarto casal – bolinha amarela na caixa, sala – bolinha azul na caixa, e assim por diante. O que for muito pessoal ou de valor (documentos, jóias, etc), deverá ser levado com você.

 9) Cuidado com tudo que pode quebrar

Nessa hora, não vale o improviso. Pratos, copos, taças, canecas, xícaras… devem ser embalados com jornal, senão racha, quebra mesmo, não tem jeito. Não conte com a sorte, seja prudente. Eletrodomésticos e eletrônicos (dvd, video game…) podem ser embalados usando toalhas, por exemplo. Plástico bolha também ajuda bastante! Embale tudo direitinho e “fiscalize” quem está transportando para que sejam bem cuidadosos.

 10) Coloque as caixas identificadas em seus respectivos cômodos

 Enfim, o dia da mudança! Quando chegar com tudo na casa nova, vá distribuindo pelos cômodos os volumes de acordo com a identificação que você fez (caixa do quarto no quarto, da cozinha na cozinha…). Não coloque todas as caixas em um lugar só, depois fica tãããão difícil para carregar ou encontrar o que precisamos usar… 

11) Distribua as funções de organização da mudança com todos os moradores da casa

 A responsabilidade não é de um só, pois o benefício é de todos. De acordo com a faixa etária e as condições físicas de cada membro da família, todos são capazes de colaborar.

12) Estipule um prazo para estar com tudo organizado

Sim, isto é muito importante. Conheço várias pessoas que depois de meses de uma mudança, ainda continuam com caixas pela casa aguardando cheias de coisas para serem guardadas. Todos nós trabalhamos muito, corremos o dia todo, mas nossa casa deve ser um lugar de paz, de descaso e aconchego. Caixas entulhadas e bagunça não ajudam nisso. Estipule, por exemplo uma semana para que tudo esteja em seus devidos lugares e todos os dias se dedique um tempo neste propósito. 

 Uma boa mudança para você! :)

LEGENDA USO DO POST

Limpeza Organização

Organizando banheiros pequenos

14 de novembro de 2013
org.-de-banheiros-pequenos1
Como é agradável entrar em um banheiro organizado e cheiroso, não é mesmo? Você consegue!

Comece pela área da pia e prossiga nos armários e gavetas. Termine na área do chuveiro e/ou banheira. Reúna as seguintes ferramentas: 3
caixas: 1-“Pôr no lugar”, 2 –“Guardar” e 3 –“Doar” e um saco de lixo

.1) Caixa “Pôr no lugar” e os que são para guardar, na respectiva caixa.. Itens a mais, que ainda podem ser usados e você não usa, vão para a caixa “Doar”.

2) JOGUE FORA: Itens quebrados ou inúteis vão direto para o lixo. É provável que você encontre cosméticos ressecados, lenços de papel amassados, aplicadores de maquiagem imundos. Deixe a poeira ser seu guia: qualquer frasco que tenha juntado pó merece ir para o lixo. O mesmo se aplica a itens quebrados: pentes sem dentes, escovas de dentes gastas (devem ser usadas no máximo 2 meses), aplicador de perfume que falta a bombinha. Atente para a validade do shampoo, condicionador, creme para pentear, etc. Você ainda tem coragem de usar aquele hidratante ou rímel vencido porque tem dó de jogar fora? Por favor! Sua saúde vale mais que isso! Lixo para eles!

3) ORGANIZE: Quando retirar tudo da pia, organize os itens sobreviventes nos espaços disponíveis. Cestinhas plásticas ou bandejas pequenas para organizar dão outro aspecto à bancada e são ótimos para separar as coisas dentro do armário. Coloque sempre as toalhas e tapetes para pegar um ar fora do banheiro durante um período do dia e tenha um cesto de roupas vazado (com entradas de ar) para que suas roupas não deem mal cheiro ou crie manchas devido ao suor. Tenha sempre um aromatizador de ambientes ou um bom ar para eliminar odores desagradáveis. Vamos ver esta dica que ensina o uso de cestinhas para você organizar os produtos na sua pia:

 

4) APROVEITE CADA CANTINHO: Use de criatividade. Neste caso da foto acima, foi colocada uma prateleira no espaço que estava sobrando em cima da porta. Farmacinha, cesto com papel higiênico, produtos de higiene em estoque, etc; podem ser armazenados de forma organizada em espaços reduzidos.

 

5) TOALHAS: Lugar para pendurá-las sempre é um problema. Por que então não usar a própria porta? De preferência, cada toalha deve ter seu espaço individual. Após o uso, levar para a área de serviço para secar e só depois devolvê-la ao banheiro. O ideal é que sejam trocadas de 2 em 2 dias para evitar o aparecimento de fungos e o mal cheiro. Se as toalhas dos moradores tem a mesma cor, é necessário que seja colocada uma identificação em cada uma, assim, nenhum usa a toalha do outro. Por exemplo: aqui em casa temos as iniciais de cada um bordada ou o nome em ponto cruz em cada uma. Comprar cores diferentes para cada pessoa também é uma boa opção.

Veja também o artigo sobre Organização de Banheiros que escrevi para a Revista Casa Nova. Esta edição ficou disponível em vários ambientes da Morar Mais Cuiabá 2013. Ficou linda!

Entre no site da revista, entre em “Edições” e clique na respectiva edição.
http://www.revistacasanova.com.br/ 
(Ano 2, Edição 9, a partir da página 93)

.

.

.

Estas informações podem ser publicadas gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que informada antecipadamente ao autor do artigo no email: contato@barbaravolnei.com.br e, uma vez autorizada, citada a fonte: www.barbaravolnei.com.br As imagens deste post foram extraídas da internet. Caso o proprietário de direito de uso das mesmas não as queira exibidas nesta página, gentileza entrar em contato.