Família Gestão do Tempo Limpeza Organização Trabalho

Como funciona a Sessão do Desapego?

14 de novembro de 2013
_desapego

Atendendo a alguns pedidos (rs), vou ensinar como desapegar daquilo que não usamos mais.


Alguns de nós temos a tendência de acumular coisas de todos os tipos (roupas, calçados, bijuterias, objetos em geral, livros, eletrônicos que não funcionam mais, etc), com a intenção de “um dia” precisar usar. Mas na maioria das vezes, isso NUNCA acontece. Esses pertences vão entulhando nossos armários, estantes e gavetas, olhamos para eles todos os dias, mas não fazemos nada para resolver o problema. Com o passar do tempo, aquilo que é novo, que adquirimos há pouco tempo, não é cuidado e guardado da forma adequada, porque aquilo que é velho e inútil ainda ocupa um espaço precioso na casa.

A dica de hoje é mais voltada para a parte do guarda roupa – o que inclui roupas, calçados e acessórios, MAS O MESMO PRINCÍPIO PODE SER USADO NOS OUTROS AMBIENTES DA CASA: cozinha, escritório, papéis, brinquedos, etc.

Então, vamos lá!

Você sabia que nós vestimos 20% de nossas roupas durante 80% do tempo? O restante só é usado em ocasiões especiais. Então, o que realmente eu uso? Para começar, abra as portas do seu guarda roupa, sente-se e faça a si mesmo perguntas como:

– Esta roupa/calçado/acessório fica bem em mim?
– Há quanto tempo não a uso?
– Usarei em alguma ocasião?
– Com quais outras peças combina?

São perguntas fundamentais para que vc saiba realmente o que compensa ficar ou não. A partir disso, comece a verificar PEÇA POR PEÇA, e vá retirando aquelas que não são usadas a mais de 6 meses (com exceção de roupas de inverno e vestidos de festa).

Seja realista: se você não usou durante este tempo, VOCÊ NÃO IRÁ USAR MAIS. Você pode me dizer: “Ah, Bárbara, vou emagrecer e um dia volto a usar”. MENTIRA!!! Quando emagrecemos ficamos tão felizes que compramos roupas novas! Afinal, merecemos essa recompensa depois de tanto esforço, não é mesmo?

Se você tem itens separados para fazer barra, ajuste, conserto, etc e nunca fez, é porque essa roupa, calçado ou colar não te fez NENHUMA FALTA. Passe pra frente, abençoe aqueles que não tem condições de comprar, ou venda em um bazar para fazer uma graninha. Não acumule!
O próximo passo será providenciar 3 caixas ou sacolas grandes e identificá-las:

– Doação/ Venda
Peças em bom estado de conservação.

– Lixo
Não existe conserto ou não vale a pena consertar.

– Conserto
Peças que merecem ser reparadas devido a qualidade de seu material.
Agora, só alegria! Faça uma limpeza boa dentro do seu guarda roupa, e só depois comece a colocar de volta tudo o que ficou. Outra dica legal é você colocar etiquetas na gaveta identificando o conteúdo de cada uma para facilitar a manter a ordem.

  • As roupas do cabide devem ser penduradas da mais clara para a mais escura, facilitando assim na hora de achar uma peça. O tempo para fazer esta organização depende do tanto de coisa que você tem, não posso te dar uma estimativa.
  • Peço que separe meio período de um dia ou vá fazendo aos poucos durante o seu tempo livre, mas estabeleça uma meta: vou arrumar em 3 dias, por exemplo.
  • Começar e terminar! Tenha foco em seu objetivo! Sei que é cansativo, leva muito tempo para fazer bem feito, mas não é o fim do mundo. Este será um investimento de horas que durará meses, quem sabe mais de um ano!

Uma dica muito importante: não faça o desapego com as coisas de outra pessoa sem o seu consentimento. Jogar fora ou doar as coisas de outra pessoa sem que ela saiba só vai piorar a situação. Sente, converse e vá mostrando aos poucos os benefícios de ficar com aquilo que realmente se usa.

Algumas pessoas tem mais facilidade que outras. O importante é mostrar que você não quer jogas as coisas dela no lixo, mas otimizar o espaço que ela tem e ajudá-la a ter uma vida mais organizada.

Tire uma foto do antes e depois, isso te servirá de estímulo para permanecer organizado e fica mais fácil de ver o tanto de espaço que surgiu em seu armário! E se puder enviar pra mim, ficarei muito feliz em dividir esta alegria com você! (contato@barbaravolnei.com.br).

Mãos à obra!

LEGENDA USO DO POST

You Might Also Like

Sem comentários

Deixe um Comentário