Agenda Crianças Decoração Família Geral Gestão do Tempo Higiene Limpeza Organização

30 dias para um 2019 Organizado

30 de janeiro de 2019
feliz ano novo

Em dezembro/2018 me propus a laçar lá no meu perfil do Instagram (@barbaravolnei), 30 dicas que farão diferença para realmente termos um ano novo, uma vida nova. Para que você tenha onde sempre consultar, resolvi compartilhar aqui também. Passe o link deste post para seus amigos, tenho certeza que poderá ajudar muitas pessoas!

 

01.12
Um ano organizado envolve uma série de coisas na nossa vida. Isso não tem a ver só com mudanças de espaços físicos, mas com mudanças internas também.
Por isso, a primeira dica é fazer uma lista de posturas diferentes que quero adotar no próximo ano. Por exemplo: não me atrasar mais para meus compromissos, parar de comer frituras, visitar mais meus amigos, é assim por diante.
Um novo ano só será diferente se também agirmos de forma diferente. Não existe fórmula mágica, existe atitude e mudança de postura.
Vamos juntos para uma vida diferente? Quem tá comigo?

 

02.12

No dia 2, nossa meta é nos desfazer dos itens de “uma vida imaginária” que criamos. Sim, é isso mesmo que você leu. Vou explicar.

Um belo dia você decidiu ser “fitness” e comprou um monte de roupa de academia, tapete de yoga, alguns acessórios e… nunca usou. Sua vida mudou, suas prioridades também e hoje seu tempo é só para uma caminhada. Aí essas coisas ficam lá no seu armário, ocupando espaço e “jogando na sua cara” o que você ainda não fez. Isso inclui suplementos, apetrechos de cozinha, etc.
Guarda um monte de sapato de salto porque “afinal de contas, um dia eu voltarei a usar!” Isso vale também para aquelas roupas que “quando eu emagrecer eu irei usar!”. Mentira!!! Quando a gente emagrece, fica tão feliz que compra roupa nova!
“Estou guardando essas apostilas e livros da época da faculdade porque um dia irei precisar consultar alguma coisa.” Usa o Google, né migs?
Decidi ser a loka do scrapbook e comprei papéis, acessórios, etc e… estão todos dentro de uma caixa me lembrando HÁ ANOS o que eu poderia ter feito.

Dei só alguns exemplos de algumas coisas que guardamos e não faz sentido algum continuar guardando. O que você tem guardado para “um dia usar?” Pensa comigo: se um dia você enfim decidir fazer o que havia se proposto algum tempo atrás, até itens melhores procurará adquirir. Então, desapega. Não se martirize pelo dinheiro que gastou ou pelo “sonho que acabou” porque na verdade nem começou, e está tudo bem! Tudo bem em ter mudado de prioridades e feito outras coisas! Não somos árvores para ficarmos sempre do mesmo jeito e fazendo as mesmas coisas, somos rio! Nos movemos e nos mudamos o tempo todo, a cada ciclo das nossas vidas.
Deixe com você e ocupando espaço na sua vida e coração somente aquilo que realmente você usa. Combinado?

 

03.12

Agenda! Ao ouvir este nome tem gente que ama e outros odeiam! rs
Maaas… nos dias em que vivemos, acredito ser indispensável uma ferramenta que nos auxilie a lembrar dos nossos compromissos.
Certa vez ouvi uma frase que nunca mais esqueci: “Sua mente foi feita para ter ideias, não para armazená-las”. A sobrecarga de informações nos deixa cansados e em constante estado de alerta, pois sempre temos que ficar “lembrando” do que precisa ser feito.
Escrever, tirar da cabeça aquilo que te incomoda, faz com que você foque seu tempo e energia no que realmente é necessário. Já acordou a noite ou demorou dormir porque veio um monte de informação na cabeça que durante o dia você não lembrou? Pois é…
Escolha qual tipo de agenda você mais se identifica e comece a anotar. Seja ela de papel ou digital, o importante é descarregar tudo que está na sua cabeça e organizar essas informações dividindo-as em compromissos, rotinas, planos, etc.
Se você até começa o ano usando uma e no meio do caminho para de usar, em 2019 persista! Saiba que muitos problemas e esquecimentos podem ser evitados com uma simples anotação.

 

04.12

Vamos para a prática:
Pegue papel, caneta e relacione:

1. Livros já lidos que lerei novamente;
2. Livros já lidos que NÃO lerei novamente;
3. Livros que ainda não li;
4. Livros que nem sei o que estão fazendo na minha biblioteca (o tema não é do meu interesse, por exemplo);
5. Livros que peguei emprestado e (que vergonha) tenho que devolver.

Vamos ser práticos: os livros que estão na opção 2, 4 e 5 não precisam mais ficar entulhando e acumulando pó na sua estante. Doe, venda, devolva.
Aproveite os livros da opção 3 e separe para ler pelo menos 1 por mês em 2019.
Durante vários anos guardei livros por vaidade (achava lindo ver a estante cheia), por insegurança (achava que um dia poderia precisar consultar ou ler de novo) e por preguiça (não queria sentar e selecionar o que realmente precisava ficar).
Em que categoria você se encaixa no momento?
Às vezes achamos que para começar a organizar temos que tirar um dia inteiro e fazer muuuita coisa e em vários ambientes. Mas não é assim que funciona. Organize seus livros hoje, outro dia seu quarto, depois sua cozinha… até que tudo esteja nos seus devidos lugares.
Aproveite a oportunidade destes desafios diários para começar uma transformação na sua casa, na sua vida. Não adie mais o que você sabe que é CAPAZ de fazer. Não terceirize, faça você mesmo. É transformador quando vemos os resultados da organização realizada por nós mesmos.
No meu site tem um post que te ajuda a organizar os livros que ficaram: “Organizando os livros que tenho em casa”. Acesse já e bora organizar!

 

05.12

Marque na agenda um dia da semana com você mesmo

Hoje em dia estamos cercados de muito barulho, informações, demandas, problemas… o volume do mundo está muito alto! Ah, como precisamos de momentos de pausa, de respiro em um mundo tão conturbado.
“Solitude é o estado de privacidade de uma pessoa, não significando, propriamente, estado de solidão. Pode representar o isolamento e a reclusão, voluntários ou impostos, porém não diretamente associados a sofrimento. Uma distinção foi feita entre solitude e solidão. Nesse sentido, essas duas palavras se referem, respectivamente, à alegria e à dor de estar sozinho. Solitude pode ser usada positivamente para adicionar oportunidades de meditação, concentração, introspecção ou oração individuais e alcançar um estado de paz e consolo.” (Fonte: Wikipedia)

Coloquei a definição de solitude para mostrar para vocês que estar só não é ruim, não significa não ter companhia, mas escolher estar sozinho por algum momento.
Isso nos ajuda a digerir melhor as informações e analisar melhor nossas decisões. Sem distrações, sem pessoas para conversar, sem WhatsApp pra responder.
“Como é possível separar um tempo para mim?” Já contei  uma vez nos stories que toda quinta eu tenho um “vale night” Assim que o Léo chega, ele fica com a Alice e saio. Pra onde? Para onde eu quiser .
Pego um livro, minha agenda, algumas folhas para anotação e fui!! Escolho um lugar legal para lanchar e fico até a hora que eu quiser. Como é bom! Volto renovada! Principalmente você que é mamãe: tão bom ter um momento só nosso, né?
Querer estar só por um (ou alguns) momentos não quer dizer que você não gosta de companhia, mas que, por um momento, você quer ser a sua prioridade. Não há nada de mal nisso.
Se leve para tomar um café, um vinho, tomar um sorvete, o que seja! Se curta! Se mime! Nos doamos tanto para tantos, merecemos um momento nosso! Não importa se esse momento irá durar 30 min, 1h, 3h. O que importa é que seja O seu momento.
Já escolha um dia da semana e anote na agenda que você comprou depois do desafio do dia 03/12 .

 

06.12

Não tem jeito, ele virou companheiro inseparável nos dias de hoje. Até quem não gosta teve que se render às facilidades que ele proporciona devido à incorporar várias ferramentas em um único aparelho.
Sempre digo que o problema não é a ferramenta, mas quem dela se utiliza. Se o seu celular não sai da sua mão, será que não está faltando um equilíbrio aí? Qual o limite?
Dentre as inúmeras possibilidades de organização digital, citarei apenas 3 que já farão uma grande diferença pra você:
– APAGUE OS APLICATIVOS QUE VOCÊ NÃO USA – Você viu na internet ou um amigo te contou que o aplicativo “x” vai te ajudar muito em um determinado assunto. Aí ele está lá, até fazendo aniversário no seu celular e você nunca usou ou usa só de vez em quando. Não são só as fotos que ocupam muito espaço, mas principalmente apps. Então, deixe no seu aparelho somente aquilo que for realmente indispensável. Por exemplo: se você fica no seu trabalho o tempo todo com seu e-mail aberto, pra quê então ter o app dele no celular? Apaga! E os que ficarem, organize em pastas e por assunto.
– FAÇA BACKUP – levante a mão o ser que nunca sofreu porque perdeu alguma coisa nesse mundo digital. Misericórdia, é terrível. Então, por favor, faça backup. Conheço uma pessoa que perdeu o primeiro ano do filho todinho porque o aparelho foi roubado e ela nunca tinha feito backup.
– DESATIVE AS NOTIFICAÇÕES – liberdade! Já sentiu isso? Não ficar escravo de um barulhinho que te atormenta o dia inteiro? Nenhum aplicativo do meu celular está habilitado para notificações, é uma paz!
– ESTIPULE PARA SI MESMO “JANELAS DE RESPOSTA” – essa dica é uma sequência da anterior. Como nada “me avisa” que tem recado/mensagem, criei 3 janelas de respostas: 1 de manhã, meio dia e final da tarde. Respondo mensagens depois das 18h raríssimas vezes. Sei que muitos que estão lendo aqui podem dizer: “você já demorou dias pra me responder!” É que a sua mensagem foi lááá pra baixo porque outras chegaram e por este motivo demorei chegar na sua. Por isso eu sempre aviso: é urgente? Então liga.
Não permita que um simples aparelho consuma seu tempo, sua energia e sua vida. Ele está lá pra te servir, não o contrário.

 

07.12

Com o passar dos anos, a rotina da maioria das pessoas foi se intensificando e várias coisas foram deixando de ser prioridade, e uma delas foi a alimentação.
Comer na rua se tornou um hábito e ter sempre uma comidinha industrializada em casa facilitou o ritual de comer. Temos desembrulhado mais e descascado de menos.
Diante deste quadro, nossa saúde em geral piorou bastante e a obesidade nunca foi tão alta em todo mundo. Pensando nisso, quando você monta um cardápio semanal, vários benefícios começam a fazer parte da sua rotina, e irei mostrar pra vocês:
Economia: você só compra o que vai precisar consumir durante a semana e consequentemente evita desperdícios. Chega de todos semana abrir a geladeira e jogar aquele tanto de coisa no lixo!
Ganho de tempo: sabendo o que você vai fazer, pode se programar e já deixar algo picado ou temperado para a noite só finalizar.
Faz escolhas mais saudáveis: como você mesmo irá preparar, terá mais cuidado com o que compra e consequentemente com o que come, já que terá o trabalho de fazer.
Pode preparar e congelar marmitas: quem me acompanha por aqui já deve ter visto nos stories as marmitas que faço pra mim e pra Alice. Sempre que faço um almoço, por exemplo, faço um pouco a mais de comida que dê para pelo menos eu montar umas 2 marmitas e congelar. Tem salvo no insta estes stories, é só procurar lá “Congelamento” . Congelamento é vida! Te salva nos dias corridos, no dia da preguiça de cozinhar, e te “impede” de comprar algo na rua porque tem comida fresquinha e gostosa em casa.
Pra você que já pensou em montar um cardápio semanal mas não sabe como fazer, é só entrar lá no meu site que tem tudo explicadinho no post: “Montando um cardápio semanal”

 

08.12

Empatia. Palavra que pouco se tem praticado nesse mundo. Sem nos colocarmos no lugar do outro, da dor do outro, não saberemos na profundidade o que realmente se está sentindo.
Sair da nossa zona de conforto e pararmos de satisfazermos nosso próprio umbigo nos faz mais gente, mais humanos. Fora da nossa privilegiada bolha ainda existem pessoas famintas de alimento, vestuário, banho, corte de cabelo, consulta médica, calçados, atenção e amor. AMOR. Quanto mais o damos, mais recebemos. A matemática do amor é diferente: não recebemos de volta na mesma proporção que damos, recebemos mais. É lindo e incrível.
Se você já conhece um lugar que precisa de ajuda (creche, orfanato, asilo, casa de recuperação, refugiados, etc), procure saber mais informações a respeito e qual a melhor forma de ajudar. Às vezes temos um plano na nossa cabeça mas na verdade a necessidade do local pode ser outra (às vezes você quer doar roupas, mas a necessidade imediata é ajuda para pintar o local, por exemplo).
Se você não conhece, pergunte a amigos, procure no seu bairro. Não importa se é um lugar grande ou pequeno, perto ou longe, o que importará será sua constância. Muitos começam bem motivados mas depois da primeira, segunda visita, somem. Se não quiser ir sozinho, chame alguns amigos para irem com você, aí um vai motivando o outro para sempre estarem presentes.
O que se faz com o coração nunca é obrigação ❤️

 

09.12

Como anda sua saúde? Tem dormido bem? E a sua alimentação? Tem ficado muito estressado (a)?
Ando assustada com casos graves de saúde com pessoas que conheço de perto, como câncer, AVC, infarto, hipertensão arterial, entre outras, em pessoas muito novas, até com menos de 30 anos!
Não adianta fugir, gente! O que plantamos hoje, colheremos amanhã! O sol que tomamos sem proteção, a comida que comemos sem qualidade, a sobrecarga de trabalho… a conta chega! Até quando continuaremos agindo de forma leviana com nossa saúde?
Caso não tenha feito neste último semestre, já agende um checkup, se possível, para o início do próximo ano. Não faça os exames apenas e depois suma o resto do ano, faça um acompanhamento mesmo. Por exemplo: tem histórico de problema de coluna? Não deve ir ao médico só quando tem uma crise, mas fazer um acompanhamento no mínimo anual para acompanhar o quadro, principalmente se envolver algum tipo de degeneração, como hérnia de disco. “Odeio, médico, Bárbara! Detesto essa coisa de remédio, hospital!” Mesmo? E quem disse que a gente tem que fazer só o que gosta?
Nos preocupamos tanto com a aparência externa, gastamos horrores para ficarmos bonitos, e por dentro? Está tão bonito assim?
Para que cheguemos na velhice que conhecemos como “melhor idade”, como ela será assim se estivermos doentes, debilitados?
Sei que não são palavras boas de serem lidas, mas às vezes é o que precisamos “ouvir” para agir. Perdi pessoas muito queridas nos últimos anos não por acidentes, fatalidades, mas por pura negligência com a saúde. E isso dói demais! Prefiro aprender com o exemplo deles e buscar agir de forma diferente. E você? Comece também agindo diferente hoje, agora, por favor.

 

10.12

Ter em casa um ambiente adequado para trabalhar, ajuda e muito na nossa produtividade. Nos ajuda a manter o foco e nos livra das distrações da rotina doméstica.
Para quem trabalha em casa:
Defina uma carga horária e cumpra para que tenha qualidade de vida. Afinal, trabalhando em casa, vamos até onde o corpo aguenta (sei bem como é ). Isso te ajudará também a ter foco, sabendo o tempo que tem para gerar resultado.
Converse com sua família sobre seus novos horários para que respeitem este momento e não te interrompam. No começo pode ser um pouco complicado, mas aos poucos eles irão entendendo essa sua nova rotina.
Faça um descarte bem feito! Verifique cada pasta, caixa, papel e até teste todas as canetas para ver se estão funcionando. Deixe somente aquilo que realmente é útil para você realizar seu trabalho.
Separe um lugar para cada coisa, não acumule papéis e objetos em cima da mesa. Quando tudo tem um lugar para ficar, o ambiente se mantém organizado com mais facilidade.
Deixe sua mesa organizada no final do dia de trabalho. Ao retornar pela manhã, um ambiente organizado é um convite para um dia de trabalho feliz!
Para quem não trabalha em casa: mesmo que você trabalhe fora, sempre temos alguma coisinha que levamos pra casa: notebook, pastas, agenda, papéis… e onde colocar cada um desses objetos? Um pequeno armário, prateleiras, até uma pequena cômoda podem te ajudar a armazenar estes itens sem que eles fiquem espalhadas pela casa.
Se quiser saber mais dicas práticas de como deixar seu Home office um brinco , acesse lá no meu site o post “Organização de Escritório” e confira as dicas beeem detalhadas que estão lá pra vocês começarem hoje a colocar tudo em seus devidos lugares

 

11.12

Se você já foi minha (meu) aluna (o) ou já passou por uma de minhas palestras, já deve saber do que se trata
“Sem teto” é tudo aquilo que não tem uma “casinha” para morar. Por exemplo: sua bolsa que fica jogada em cima do sofá, o notebook em cima da mesa, o copo em cima do criado… já parou para pensar o tanto de sem teto que tem na sua casa?
Um dia uma amiga da faculdade foi a minha casa e me disse: “Amiga, na sua casa não tem quarto da bagunça?” E eu respondi: “Não tem porque aqui tudo tem uma casinha para morar!”.
Faça uma vistoria aí e veja onde cada objeto pode morar: seja uma gaveta, um armário, uma pasta ou uma caixa, o importante é que nada fique jogado por aí. Criando estas casinhas, fica mais fácil de disciplinar os membros da família a sempre devolverem para o lugar aquilo que for usado. Mãos à obra!

 

12.12

Já entrou naqueles carros que você tem quase que pedir licença para as coisas para conseguir entrar? Se você carrega o mundo no seu carro, vamos colocar ordem também no nosso amigo que nos leva pra todo lado!
Tire todas as sacolas, caixas, garrafinhas, enfim, tudo que está espalhado dentro do carro. Verifique também o porta luvas e os outros compartimentos (se houver). Abra o porta malas e tire tudo de lá (com exceção do estepe e macaco).
Antes de organizar, precisamos que tudo esteja limpo, certo? Procure o lava jato mais próximo da sua casa e deixe ele brilhando Para conservar a limpeza, use um paninho com produtos específicos para carro e um aspirador manual sempre que sujar alguma coisa.
Como é a sua rotina? O que você precisa levar todos os dias quando sai de casa? Ter um recipiente correto para cada coisa conserva melhor seus objetos (mochila para notebook, marmita para alimentos, etc). Mas não adianta estarem bem armazenados se você vai acumulando vários deles dentro do carro durante a semana – todos os dias ao chegar em casa, tire tudo de dentro dele. Já vi em alguns carros restos de comida, fralda suja de criança e até uma mini plantinha crescendo porque alguma semente caiu e ninguém percebeu. Se não acumular, seu carro não ficará bagunçado, sujo e nem fedendo.
Se você tem crianças, existem hoje em dia vários organizadores que podem te ajudar. Digita lá no Google: “organizador infantil para carro” que você irá encontrar várias coisas legais!
SEMPRE tenho no carro: guarda chuva (já me salvou várias vezes!), lixeirinha (aquela que prende no câmbio), lenço de papel, carregador de celular, álcool em gel, caneta e um bloco de papel.
Porta malas: deixe sempre algumas sacolas retornáveis para compras, inclusive uma bolsa térmica. Nunca sabemos o tempo que gastaremos no trânsito, não é mesmo? Para carregar líquidos, prefira caixas. E se você o usa com muita frequência, aspire 1x por semana.
Parte mecânica: não adie mais para resolver pequenos problemas ou aquele “barulhinho” que está te incomodando há um tempo. Ele sempre inventa de estragar quando mais precisamos dele, né? O estepe e o macaco seeeempre tem que estar.

 

13.12

Eita parte doída, principalmente para as mulheres! Mas não podia deixar passar, então, toma um dorflex e vem!
COSMÉTICOS E MAQUIAGENS
Primeiro critério: vencimento. Gente, isso não tem negociação, né? Por mais que tenha pago horrores, comprado lá não sei onde, ESTÁ VENCIDO. Parece óbvio para alguns, mas o apego emocional que temos pela marca, pelo preço e outras questões, passam por cima da razão. Muitos que são comprados no exterior não tem a data de validade escrita, mas o desenho de um potinho com a tampa aberta escrito “6”, “12”, “24”, “36”, etc, se refere ao número de meses que ele vale após aberto. Se nem lembra mais quando abriu, LIXO.
O que ficar, organize assim:
COSMÉTICOS: Separe em categorias: Rosto, corpo, olhos, mãos, pés, etc. Separe o que for de uso diário do estoque.
MAQUIAGENS: separe por categoria também: batons, pó, base, rímel, delineador, lápis de olho, de boca, etc. Invista em organizadores que deixem tudo visível, assim fica mais difícil de você não usar alguma coisa.
Nestes dois itens, gostaria que você fizesse a seguinte reflexão entre QUANTIDADE X NECESSIDADE. A gente gosta mesmo é de ver que tem “muito”, várias opções. Mas no dia a dia, acaba sempre usando as mesmas coisas! Você precisa de tudo o que tem aí mesmo? Irá usar tudo antes do vencimento? Se sua resposta foi não para alguma das alternativas, doe, faça uma amiga feliz
REMÉDIOS: aqui o critério do vencimento não precisa nem falar, né? Os que forem de uso contínuo devem ficar separados do “estoque”. Se ainda não tem, compre uma caixa organizadora ou uma “farmacinha” para armazená-los de forma adequada. No meu site tem post sobre isso e um link de uma matéria que fiz pro Jornal Extra/Globo (RJ) dando dicas sobre isso também.
DICA PARA A VIDA: Não compre mais nada sem antes acabar o frasco que você está usando. A sensação de ver que você usou o produto até o fim é maravilhosa! Além disso, seu dinheiro não é capim. Você compra aquele monte de creme achando que o mundo vai acabar e quando vê, já venceu tudo. Nesse ano de 2109, faça um consumo consciente: acabou? Comprou.

 

14.12

Alguns problemas são comuns na casa da maioria dos meus clientes, mas um que aparece com muita frequência é este: pessoas que mantêm em suas casas objetos que não usam, não gostam, mas não sabem o que fazer por constrangimento (“O que fulano irá pensar de mim se não ver mais isso na minha casa?) ou por dor emocional (“Foi do meu pai, olho e vejo ele mais perto da gente”). Filhos que saem de casa mas usam a casa dos pais como depósito, não usam as coisas mas não querem abrir mão delas. Os pais, por amor, vão se submetendo a isso e deixando a casa como museu. Além de ser uma falta de respeito, você está deixando “amarras” que vão te segurar a vida toda, objetos que não fazer mais parte da sua vida, de quem você é, mas insiste em guardar. Clientes já até choraram comigo porque não tem coragem de pedir para os filhos pegarem as coisas deles com medo da reação que possam vi a ter. O problema é que o temporário (“daqui uns dias eu busco essas coisas, mãe!”) vira permanente.
Presentes: Nem sempre o que ganhamos nós gostamos, e tudo bem. Quem dá tem que entender que não tem mais a posse do bem, que não tem que obrigar a pessoa a usar ou expor o que foi ganhado. Se você deu, já cumpriu o seu papel: a lembrança, o amor, e isso basta para que a pessoa se sinta especial. Se há algo que te incomoda nesse sentido e está na sua casa, doe, jogue no lixo! Se liberte! Coisas são coisas!
Objetos com fundo emocional: por mais que doa, serei bem direta – a pessoa não está lá. A pessoa não irá voltar. As memórias são mais fortes e vivas e reais que um objeto. Oriento sempre a fazer uma “caixa de memórias”, e colocar nela tudo aquilo que for considerado importante. O que não couber lá, deve ser doado para abençoar outra pessoa. A dor do luto (seja por morte ou por distanciamento) é enfrentada por cada um de uma forma. Se deparar todos os dias com esses objetos deixa a ferida aberta por mais tempo e vai adiando a cura por anos e anos. Escolha ser feliz. Não somos obrigados a nada nessa vida, muito menos a permitir que as pessoas “comandem” o que fica ou não na nossa casa.
Não reclame daquilo que você se permite. Não carregue uma bagagem que não é sua.
15.12
O dinheiro pode ser a fonte de muitas alegrias mas também de muitas tristezas em uma família. A boa administração dos recursos faz com que saibamos exatamente até onde podemos ir e nos permite fazer planejamentos futuros. Pensando nisso, darei algumas dicas para quem tem mais este objetivo no novo ano:
A máxima “não gaste mais do que você ganha” com certeza é o primeiro degrau para se organizar financeiramente. Por mais óbvio que seja para alguns, uma boa parte dos brasileiros vai no “acho que vai dar” e acaba comprometendo muito mais do que as entradas fixas do mês. A matemática é uma ciência exata, não tem “acho”. Sabendo o que entra todo mês, tenha consciência dos limites que você deverá praticar.
Sempre que parar na frente de uma vitrine se questione: isso é um DESEJO ou uma NECESSIDADE? Isso já irá te livrar de vááários problemas. Salvo algumas exceções (ex: tratamentos de saúde), na maioria das vezes nos endividamos por coisas supérfluas, que não teriam uma real necessidade. Compramos muito por vaidade, não porque realmente precisamos. Avalie sempre sua atitude antes de passar o cartão.
Anote tudo. Parece exagero ou desnecessário, mas é importante isso no começo para que depois do hábito adquirido, você consiga ter essa disciplina. Quando visualizamos para onde está indo nosso suado dinheiro, pensamos muito bem antes de gastar. Você pode fazer isso em um caderno, em uma planilha no Excel ou usando um app.
Quem em casa entende mais de administração financeira? Não tem uma regra – o ideal é que a pessoa mais organizada e boa para lidar com dinheiro assuma essa posição, independente se for o homem ou a mulher.
Peça ajuda – algumas pessoas se complicam financeiramente não só por gastar de forma errada, mas porque realmente não sabem administrar seus recursos, pois nunca aprenderam, ninguém ensinou. Pra mim, educação financeira deveria fazer parte da grade curricular na escola. Se você tem um amigo (a) que é organizado nessa área, não se envergonhe de pedir ajuda.
E por falar em pedir ajuda, se você se considera uma pessoa “gastadeira”, compulsiva por compras, isso pode ser uma doença e deve ser tratada.Peça ajuda.

16.12

Vamos para o trabalho, filhos pra escola. Almoçamos e depois tem inglês e natação. Chega em casa, faz o dever, come, toma banho e vai dormir. Como, diante de um dia de rotina intensa, podemos ter um tempo de qualidade com nossos filhos?
Aprendi que tempo não se tem, tempo se cria quando se tem prioridade. Por isso devemos marcar um dia para que a criança saiba que terá um momento só dela, para que ela se sinta especial e valorizada. Uma vez atendi uma cliente em que toda quinta à noite era o dia do “pai e filho”. Eles iam ao cinema, ou jantavam, ou apenas andavam juntos, só os dois. Detalhe: na época que os atendi ele tinha apenas 5 anos. Que coisa mais linda!
Famílias com 2, 3, 4 ou mais filhos podem escolher o “dia dos filhos”, ou “dia das meninas” e outro “dia dos meninos”. Sempre avisado com antecedência para já ir gerando expectativa e alegria nos pequenos! Os pais têm condições de proporcionar mais que um dia do filho por semana? Maravilha!
Minha intenção aqui não é te dizer o dia ou muito menos o tempo que tem que durar este momento. O que vale é a intenção do momento. O tempo só deles, sem celular, sem distração, sem dividir a atenção com outras coisas. Só você e eles.
Não lembramos muito bem de todos os brinquedos que ganhamos, mas recordamos bem dos momentos bons e ruins que vivemos. Construímos memoriais no coração dos nossos filhos criando momentos especiais que ficarão na memória para sempre e eles praticarão quando tiverem suas próprias famílias. ❤️
17.12
 Sim, existem algumas formas de deixar tudo no lugar e ainda ter as crianças como aliadas. Vamos juntos conferir algumas dicas:
1) Antes de organizar, é necessário verificar se todos os brinquedos realmente ainda são usados pela criança. Separe os que não são mais da faixa etária, os que estão estragados/quebrados. Os que estão em bom estado podem ser doados e os que não estão podem ser descartados. Não dê para outra criança o que você não gostaria que seu filho (a) recebesse.
2) Agora podemos organizar os que ficaram. Separe-os em categorias, por exemplo: carrinhos, bonecos, dinossauros, Lego, etc. De acordo com a quantidade de cada categoria, você pode escolher o tamanho do organizador onde tudo será guardado.
3) Onde guardar: prefira caixas transparentes para que as crianças consigam visualizar o que está dentro e saibam para onde deverão devolver os brinquedos. Identifique a caixa com nome (para as crianças que já são alfabetizadas) ou com figuras (para os não leitores).
4) Faça rodízio dos brinquedos: não deixe tudo exposto. Ex: toda semana tire 3 brinquedos e coloque outros 3 que estão guardados. Assim, a criança sempre terá uma “novidade” para brincar. Não abra todos os brinquedos que são ganhados no aniversário. Geralmente são muitos e poderão ser abertos ao longo do ano.
5) Limpeza: os de plástico podem ser lavados com sabão neutro e secados a sombra. Algumas pelúcias podem até serem lavadas na máquina com aqueles saquinhos para roupas delicadas (ciclo delicado também) e os mais frágeis em lavanderias especializadas. Consulte informações do fabricante.
6) Com brinquedos, também pratico o que faço no guarda roupas: entrou um, saiu um ou até mais. Não quero que minha filha cresça pensando em quantidade, em ter “muito”, mas em saber brincar com o que estiver disponível e ser feliz com o que tem.
Muitas crianças não entendem que existem outras que não tem brinquedos ou tem apenas 1, por exemplo. Sempre incentivo as clientes a levarem seus filhos a creches, orfanatos para levarem as doações. A empatia é imediata, é lindo ver a pureza das crianças. Desde pequenos já podem aprender sobre desapego e generosidade.

 

18.12

Uma das formas mais simples para começar a se organizar é utilizando listas. Para quem já tem o hábito, não vive sem (rs). Para quem não tem, costumamos fazer nos dias mais corridos ou quando tem muita coisa na cabeça para lembrar. Mas todos nós temos algumas listas que podem ser fixas. Podemos digitá-las, imprimir e usar sempre que precisarmos. Por isso, darei alguns exemplos de tipos de checklists que você poderá fazer:
Lista de Compras (supermercado)
Checklist para viagem
Checklist para limpeza doméstica
Checklist para estudo
Checklist do trabalho
Checklist da rotina dos filhos (para deixar com a babá), etc.
Além destes exemplos, existem vários outros tipos de listas que você poderá criar de acordo com sua necessidade.
Como eu faço: a de compras eu imprimo varias cópias e vou somente colocando as quantidades que preciso (tem post no meu site sobre isso e aqui nos destaques dos stories eu mostro como organizo meu carrinho no supermercado). A de viagem também já tenho impressa, a de rotina de trabalho tenho fixa no mural do meu escritório.
É isso. As listas podem te ajudar muuuito e você não precisará ficar quebrando a cabeça para lembrar de tudo

 

19.12

Temos vividos tempos difíceis em vários setores, e mais do que nunca as pessoas têm ficado doentes de alma. Ter uma base onde se firmar nos faz retornar ao sentido de viver.
Em 2019 meu conselho é que você tenha constância. Independente do que você acredita ou professa como fé, tenha constância. Estamos rodeados de pessoas rasas, que sabem de tudo um pouco mas não tem profundidade em nada. Não ative o botão da fé só quando estiver passando por problemas, tenha disciplina diária na busca e fortalecimento da sua fé.
Se você acredita em Deus, mergulhe, procure conhecê-lo com intensidade, com a alma. Intimidade se cria com relacionamento, por isso a busca deve ser diária é constante. Assim conseguimos passar pelas tempestades da vida sem nos afogarmos no mar da angústia.
 20.12
Para quem está acompanhando as dicas desde o dia 01/12, deve ter estranhado eu ainda não ter chegado nesta parte da casa (rs). Vou te explicar o porque: no meu ponto de vista, deixamos de cuidar de coisas tão mais importantes para se preocupar em manter uma dobra perfeita no armário. Não estou dizendo aqui que ter um quarto organizado não é importante, mas que não faz sentido você priorizar isso se todas as outras coisas que falei até agora não forem importantes e prioridade para você.
Nossa vida vai além de padrões estabelecidos por terceiros, por fotos impecáveis no Instagram. Se liberte! A organização é muito pessoal e personalizada para cada pessoa, então, não tente deixar suas coisas iguaizinhas a da sua amiga porque isso só ira te gerar sofrimento para manter. Procure conhecer métodos, formas de organizar e adapte-as a sua vida, a sua rotina. Organização que é difícil, que te faz pensar “não vou nem mexer pra não desorganizar”, não deve existir! Isso tá errado! Organização tem que ser algo que te deixa feliz, em paz e não mais uma cobrança na sua cabeça. Por isso acredito que a organização deve ser feita em etapas, sem desmontar tudo e começar do zero. Isso só traumatiza e nos faz recuar. Você pode começar com suas roupas, outro dia calçados, depois acessórios e assim por diante. Com calma, com critério e sem atropelos para que não haja arrependimentos.
Contar com a ajuda de um profissional ajuda MUITO a tomar decisões corretas e aprender a usar recursos que te ajudarão a economizar dinheiro e espaço. Chame um Personal Organizer, será um dos melhores investimentos da sua vida, sério mesmo. Conheço profissionais em várias cidades, se precisar de indicações, é só me dizer.
21.12
📲Quando seu celular está acabando a bateria você fica nervoso, ansioso?
📲Se esquece o celular em casa, volta de onde estiver para buscar?
📲Passa no máximo 30 minutos (sendo otimista) sem olhar suas notificações
📲Mesmo estando em uma mesa rodeada de amigos, não resiste em dar sempre uma olhadinha nas redes sociais?
Se você disse sim para alguma das perguntas, pode significar que você tem algum tipo de dependência digital.
Um dia offline seria um detox digital. Já ficou um dia sem ligar o seu? É libertador! Um dia sem acessar WhatsApp, e-mail, redes sociais… viver a vida real e ouvir com atenção o que acontece ao seu redor. “Mas Bárbara, eu uso o meu para o trabalho”. Com certeza, pelo menos 1 dia de folga você tem por semana. E na real, quem quer dá um jeito, quem não quer, dá uma desculpa.
Estou fazendo fisioterapia há alguns meses devido a um problema no ombro e esses dias ouvi uma frase que me chamou muito a atenção: “Está sendo criada uma geração de inválidos”. Pessoas cada vez mais jovens estão tendo problemas seríssimos em suas articulações, tendões, ossos, braços, mãos, coluna, pelo uso excessivo de tecnologias – celular, computador, vídeo game, etc. Somente nós mesmos podemos colocar limites ao nosso uso. Falo com propriedade, pois há 12 anos atrás operei as duas mãos por lesioná-las trabalhando 10 horas por dia no computador na época que estava na área da tecnologia.
Os problemas não são só físicos, mas emocionais. Os sintomas são os mesmos da dependência química, isso é muito sério. Para quem se identifica com alguma coisa que escrevi aqui, indico que você adquira o livro Conexão Essencial da @gabrielabrasil. Esse livro veio em um momento muito importante pra mim e me fez entender o quanto eu ainda tinha que mudar e repensar minha relação com meus dispositivos de trabalho.
📲Uma atitude que me ajudou muito foi criar 3 “janelas de respostas” no dia – uma de manhã, uma a tarde e uma a noite, com horário e tempo específico. A medida que você for se disciplinando a isso, as pessoas também vão entendo que você não está 24 horas com o celular na mão. Cabe a você estabelecer os limites e usufruir de uma
22.12

 

Somos o que comemos, isso é fato. Uma alimentação equilibrada é uma das principais formas de mantermos a nossa saúde. Mudar hábitos ruins leva tempo, mas acredito que todos nós conhecemos pessoas que sofrem de enfermidades causadas pela má alimentação. Sabendo disso, passa ser uma escolha continuar mantendo os mesmos hábitos.
Há alguns anos cortei alguns alimentos e bebidas da alimentação e ainda sei que tenho muito a melhorar, é um processo que exige muita força de vontade e domínio próprio. Desembalamos muito e descascamos de menos. Cabe a nós termos a consciência de que não há mais tempo para brincar com a saúde. A vida é um sopro, e a conta chega pra gente pagar devido aos anos comendo de forma errada.
Quando a alimentação é ruim, a medicina não funciona. Quando a alimentação é boa, a medicina não é necessária. Faça do alimento o seu medicamento.

 

23.12

Quem aqui já se sentiu culpado por estar descansando nas férias? 🙋🏻‍♀️
Parece até incoerente esta frase, mas conheço muitas pessoas assim (eu, inclusive). Nas férias não conseguem se desligar do trabalho, a todo momento olham as mensagens no celular, e-mail, atendem ligações… vive em um ciclo permanente onde não consegue se permitir relaxar. Quantas vezes estive de férias mas não estava lá de coração. Só pensava no que não fiz ou poderia estar fazendo ao invés de estar me divertindo…
Neste ano de 2019 se permita esse tempo, tire férias de verdade. Não fique tentando saber o que está acontecendo na empresa, se o projeto “x” deu certo e nem se alguém foi demitido. Inclusive não diga: “nas férias trabalharei em cima disso”.
Desconecte sua mente e coração de lá e conecte-se consigo mesmo, com sua família e com o que está vivendo. Viva o presente, não somente passe por ele. Você retornará revigorado e com muito mais disposição para dar o seu melhor. Aproveite de verdade o seu merecido descanso.
24.12
Temos uma rotina alucinante, e nem sempre é possível praticar algum esporte no horário que “gostamos”. Uns gostam mais pela manhã, outros a noite. Mas independente do horário que gostamos, o importante é que façamos.
Sempre pratiquei esporte a noite, mas minha vida mudou, meus horários e prioridades também, é só me sobraram as manhãs. Não gosto, mas faço. Vida adulta, né gente? Mesmo começando sem gostar(rs), depois que começo é só alegria. É incrível a disposição e o vigor que a atividade física nos proporciona!
Para praticar, temos que fazer disso uma prioridade, senão sempre daremos desculpas. Então, apenas comece. Nem que seja 30 minutos por dia, e vai aumentando aos poucos, até chegar 1h. 2 dias, 3 dias… e quando ver, estará fazendo todos os dias.
Para aquém já está acostumado, esse processo é simples. Mas para quem pretende adotar esse estilo de vida em 2019, persista! Esse sim será um dos melhores investimentos na sua qualidade de vida!

 

25.12

Ah, os amigos… sabemos bem quem são.
Na Bíblia diz que há amigos mais chegados que irmãos. Uma grande verdade. Mas o quão próximo você esteve deles este ano? Quantas vezes visitou, ligou, se importou? Às vezes reclamamos que estamos sozinhos, ou que não temos amigos… e como tem sido as nossas atitudes? Temos sido amigos também?
Esses dias li uma frase dizendo que “tomar café com amigos vale mais que terapia.” Ô se vale! 😄 Abrace, leve um bolo, enxugue as lágrimas. Esteja presente. Não digo só fisicamente. Tenho amigas em outros países mais próximas de mim do que algumas que estão na mesma cidade. Mostrar que se importa, estar com eles mesmo em tempos difíceis. Ouvir, falar a verdade, aconselhar. Isso faz toda diferença.
Por isso, em 2019, invista nos seus verdadeiros amigos, aqueles que você realmente sabe que pode contar. Tempo a gente nunca tem para um café, mas se a gente quiser, dá-se um jeito. Não fique adiando, não deixe de cumprir suas promessas, não sabemos o dia de amanhã. Ame hoje, cuide hoje.

 

26.12

Quem me acompanha há algum tempo sabe que há um ano tenho praticado e aprendido sobre o minimalismo. Para quem ainda não viu, tem dois destaques salvos no Instagram sobre isso (Minimalismo 1 e Minimalismo 2).
Minimalismo não é sobre ter pouco ou uma quantidade “x” de coisas, mas sobre ter o necessário. O que mais aprendi até agora nesta prática foi o contentamento, a estar grata pelo que tenho e saber usar o que tenho. A busca por mais coisas e cada vez em maior quantidade, nos afunda em uma busca onde nunca seremos satisfeitos. Muitas blusas, muitos colares, muitos sapatos, muitas panelas, muitos livros… qual o objetivo de tudo isso?
Uma outra lição preciosa foi aprender a comprar com propósito. Olhar para um item de “desejo” e me questionar: “preciso mesmo disso? Tenho espaço para guardar? Será que tenho outra coisa em casa que pode cumprir a mesma função?” Após esta análise, raramente saio com alguma coisa na mão.
Quero esclarecer que não sou minimalista, mas que pratico muita coisa deste estilo de vida e quero cada vez mais ter menos coisas em casa. Quanto mais coisa nós temos, mais decisões temos a tomar, mais coisas para organizar, limpar, se preocupar… Estou na jornada deste aprendizado e tento aplicar em todas as áreas daminha vida (vestuário, alimentação, digital, trabalho, beleza, etc).
Se você também acredita que está consumindo muito e precisa mudar este comportamento, assista os stories onde falo mais a respeito disso. Durante o ano de 2019 falarei em várias oportunidades sobre isso também.

 

27.12

“Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje”.
Quantas vezes você já ouviu isso? E quantas vezes já praticou? Sei que existe um grande abismo entre a teoria e a prática, e um dos maiores é a procrastinação. O dia de amanhã terá as mesmas 24h de hoje. O que te faz pensar que amanhã será mais fácil para fazer o que precisa ser feito?
O problema é que o depois está tão enraizado em nós que adiamos as coisas com tanta naturalidade que não conseguimos ver as consequências deste ato. Adiar tarefas e compromissos só gera uma carga que muitas das vezes fica insuportável de carregar. E esse acúmulo de “depois” gera estresse, ansiedade, tristeza e frustração.
Saber o que realmente é prioridade na sua agenda e o que é possível de ser realizado no dia, te ajuda a manter o foco e fazer aquilo que pode ser feito. Encher a agenda de tarefas no dia nem sempre é uma boa opção. O ideal é que elas sejam distribuídas durante a semana conforme os respectivos prazos de finalização.
Nesse 2019 faça um compromisso consigo mesmo: pare de adiar as coisas. Já disse isso aqui e repito: não devemos fazer só o que gostamos, mas o que não gostamos também. Começar e concluir, não deixar para depois. E a sensação de satisfação após concluir uma tarefa é inapagável. Faça isso por você mesmo, não pelos outros.

28.12

 

Quantos vezes você começou algo e não terminou? Inglês, um instrumento musical, uma pós graduação, um curso preparatório, curso de artesanato, pintura… quantos ciclos abertos você deixou ao longo da sua história?
Eu amo aprender algo novo, me expor a novas ideias e novas formas de pensar. Isso nos mantém vivos! Independente da sua idade ou da sua história de vida no momento, sempre podemos começar a aprender algo.
O que você gosta de fazer? O que gostaria de aprender neste novo ano? Coloque você também na sua lista de prioridades para realizar algo que te deixe feliz.

 

29.12

Ah, o tempo… parece que a cada dia está mais curto, não é mesmo? Na verdade eu acredito que as 24h nuca serão suficientes, por isso cabe a nós sabermos fazer boas escolhas. Vou dizer aqui algumas dicas que poderão te ajudar neste processo da administração do tempo:
Uma das maiores armas para você saber dar limites e fazer boas escolhas é saber dizer NÃO. É libertador. Ter o domínio da sua agenda e saber decidir o que será viável para você, pode te livrar de muitos problemas e fazer seu dia render.
Não tente resolver todos os problemas do mundo em um único dia, não seja injusto consigo mesmo. Reconhecendo seus limites físicos e emocionais, suas escolhas ficarão mais coerentes com a sua capacidade de realização.
Acorde mais cedo. Para mim, passar acordar as 6h foi uma das melhores decisões da minha vida. Gosto? Não. Vida adulta, né meu povo? Enquanto a casa dorme, consigo fazer muita coisa durante o silêncio. Ler, orar, sair para caminhar, adiantar algumas tarefas domésticas… aí quando a Alice acorda, já fiz meio mundo de coisas. Tem um livro que se chama “milagre da manhã”, depois dá uma pesquisada, pode mudar a sua vida.
Não ande no limite dos seus horários: se organize com antecedência para conseguir chegar com um pouco de folga no trabalho, em reuniões, para deixar o filho na escola… viver assim na correria, adoece. Não faça isso.
Claro que poderia passar aqui outras inúmeras dicas, por isso, te peço para digitar “tempo” aqui na busca do site, que irá aparecer um monte de post que falo sobre isso.

 

30.12

Se tem uma frase que me marcou esse ano, foi essa: “a comparação é a mãe da decepção”.
Nesse mundo de pessoas “perfeitas”, nos sentimos cada vez mais inadequados. Costumamos ver a vida do outro sempre melhor e mais bonita que a nossa. Do que adianta se basear na vida de outras pessoas se no final você irá viver a sua mesmo?
Então, pare de se iludir ou buscar um padrão que não é o seu. Você já tem seu próprio padrão, sua própria história. Você é única!! Você não pode viver a sua história de forma feliz e satisfatória se sempre querer ser igual a outra pessoa. Não esqueça quem você é para entrar em um padrão que você não se sinta confortável!
Cada dica que foi dada aqui nestes 30 dias deve se adequar a sua própria história, no formato da sua vida. Cada um irá interpretar o que foi passado de uma forma, e tudo bem. Cada realidade é muito particular, e o importante é que façamos o nosso melhor dentro das nossas condições. E isso só será possível a partir do momento que você entender que a sua história é SUA. Não deve se basear na vida de ninguém. Uma coisa é olhar e se inspirar, outra é querer copiar. Seja você! Seja sua melhor versão!
E vamos caminhar juntos nesse 2019 em busca desse autoconhecimento. Nos organizando por dentro, conseguiremos organizar as coisas aqui do lado de fora. #tamojunto 👊🏻

 

LEGENDA USO DO POST

 

You Might Also Like